>
>
Chatbots no Twitter para respostas instantâneas

Chatbots no Twitter para respostas instantâneas

Laura Mafud

Jornalista

Desde o seu lançamento em 2006, o Twitter, rede social de microblogging criada por Jack Dorsey, virou uma ferramenta poderosa para marcas. Graças à sua popularidade, estima-se que há mais de 300 milhões de usuários que geram 65 milhões de tweets por dia. 

De acordo com dados fornecidos pela própria empresa, 79% das pessoas no Twitter buscam se informar, enquanto 53% é o percentual de usuários nessa rede social propensos a comprar produtos novos. Além disso, os twitteiros passam 26% mais tempo vendo anúncios no Twitter do que em outras plataformas líderes. 

E tem mais: uma pesquisa feita pela empresa, que tem sede em San Francisco, mostrou que 41% dos usuários utilizam o Twitter para entrar em contato com o serviço de atendimento ao cliente de uma empresa, 37% usam para opinar sobre um produto ou serviço, e 25% desejam fazer uma pergunta sobre o produto. E não para por aí. 53% das pessoas que enviam uma mensagem a uma marca pelo Twitter esperam receber uma resposta dentro de uma hora, de acordo com um relatório feito pela Lithium Technologies

Aqui é onde os chatbots podem ajudar. Graças à tecnologia de Inteligência Artificial, ao integrar um chatbot de atendimento ao cliente nas suas redes sociais, você pode oferecer informações úteis de maneira ágil e eficaz para responder de forma automatizada. 

Os chatbots no Twitter são soluções conversacionais usadas pelas empresas para desempenhar funções de atendimento ao cliente, como fazer pedidos automáticos, comunicar problemas técnicos ou responder a uma consulta em que são solicitadas informações sobre um determinado produto.

Assim, os chatbots permitem que as marcas criem uma conexão significativa com os consumidores, poupando o tempo deles e impulsionando as vendas numa escala incomparável. No Twitter, é possível automatizar os comentários nos seus tweets com um bot e integrar as mensagens diretas que você recebe à Botmaker. 

Uma das vantagens de automatizar as interações com seus consumidores com um chatbot no Twitter é poder responder às dúvidas dos usuários durante 24 horas nos 7 dias da semana, além de resolver necessidades frequentes na hora e gerar uma boa experiência ao usuário. 

Porém, antes de começar, é recomendável que você se pergunte quais são os objetivos do seu negócio ao desenvolver um chatbot. Você quer aumentar a participação e a lembrança da marca? Quer criar uma experiência de marketing mais relevante e personalizada? Entregar conteúdo atrativo de um jeito único? Dar informação aos seus clientes? Como um chatbot poderia ajudar você a alcançar esses objetivos? Como você vai definir e medir o sucesso do seu chatbot? Como a voz e o estilo do chatbot vão refletir a identidade da sua marca? 

A seguir, compartilhamos alguns aspectos importantes que você precisa saber sobre os chatbots no Twitter.

‍1) Quantas contas posso integrar?

Diferentemente do Facebook e do Instagram, redes onde é possível conectar várias contas a um mesmo bot, o Twitter só permite a integração de uma conta. 

‍2) Personalização

Outra característica dos chatbots no Twitter é que você pode criar os botões com título, subtítulo e até adicionar emojis de diferentes tipos ou GIFs. Ou seja, é possível personalizá-lo de acordo com as suas necessidades. Essa possibilidade permite que você agregue elementos visuais ao seu bot para destacá-lo. 

3) Não esqueça o monitoramento 

Ao criar um bot, é recomendável que você estabeleça expectativas claras e planifique uma série de respostas, pensando no usuário e em como alcançar o resultado esperado. 

É importante fazer um monitoramento para saber se o seu chatbot está ajudando aos seus potenciais e atuais clientes da melhor maneira possível.

Para isso, com base nas interações feitas, confira se você precisa modificar as perguntas desencadeantes, se a redação das respostas está correta ou se você precisa adicionar mais opções. Lembre que o limite de caracteres, de 280, é bastante restritivo, e por isso é preciso ser o mais conciso possível. 

‍4) Incluir todas as opções

Um chatbot do Twitter é estruturado a partir de uma série de opções intuitivas e baseadas em regras. É possível usar respostas inteligentes e claras para guiar os usuários até um resultado. 

Além disso, é importante que o chatbot inclua alguma maneira de comunicação com um ser humano, caso não tenha sido possível resolver a dúvida de forma automatizada. Para isso, lembre-se de acrescentar uma resposta do tipo “entrar em contato com um agente” ou uma opção genérica do tipo “mais informações/outros”, para oferecer uma experiência de sucesso ao usuário. 

‍5) Preciso de um provedor externo?

É importante lembrar que os chatbots do Twitter são integrados à API do Twitter e precisam de um servidor para administrar as solicitações. Mas isso não significa que você precisa aprender Javascript. 

Existem ferramentas, proporcionadas por parceiros do Twitter, que permitem a criação de um chatbot através de uma interface.

É importante que você considere como planeja armar o chatbot. Você tem recursos suficientes para fazer isso por conta própria ou pensa em investir em uma ferramenta de terceiros? 

Existem ferramentas que podem ajudar você a criar e a personalizar um chatbot, mesmo sem experiência em codificação. Mas você deve ter em mente as funções oferecidas, para que coincidam com a experiência que você deseja. 

A Botmaker oferece uma integração nativa com o Twitter e mais de 20 canais de texto e voz para automatizar suas interações nos canais preferidos dos seus usuários. No Twitter, além das respostas em tempo real, é possível segmentar as conversas de acordo com o tópico, direcionar as conversas para os times adequados (vendas e atendimento, por exemplo) e muito mais.

Tem interesse em descobrir mais sobre como automatizar seus tweets e DMs com a gente? Você pode explorar nossa página sobre o Twitter ou então entrar em contato com nosso time de especialistas.

TAGS:

Artigos relacionados

RECEBA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS ANTES DE TODO MUNDO

Assine a newsletter