Live: Mulheres buscam protagonismo no mercado de inovação, ainda 90% masculino

A batalha por mais equidade de gênero no mercado de trabalho, em especial nos cargos de liderança, é um tema bastante recorrente nos dias atuais, principalmente no mês em que é comemorado o Dia Internacional da Mulher. No segmento de empreendedorismo e inovação, a desigualdade é ainda mais latente.

Dados do Female Report, do Distrito, mostraram que, no empreendedorismo tradicional, 46,2% das empresas são fundadas por mulheres. Porém, no ecossistema de inovação, o número chega apenas a 9,8%. Em outras palavras, o número de empresas com apenas fundadores homens é quase 20 vezes maior do que aquelas fundadas por mulheres.

Essa falta de representatividade é consequência de um processo histórico e estrutural que só será mudado com o apoio e o fomento de discussões que promovam a visibilidade de histórias de sucesso e superação de mulheres em cargos de liderança.

Na live realizada nesta quarta-feira (10) com Iona Szkurnik, Fundadora do Education Journey; Taeli Klaumann, CFO da Docket; Mariana Negrão, CPO da Vitalk; Thais Grinberg, Head de CMO e Customer Experience da Botmaker; e Marcela Zaidem, Head de People da Hash; com intermediação do jornalista Rafael Lisbôa, Diretor da Bússola, e Jennifer Queen, Diretora da FSB Comunicação, a discussão foi pautada nas vivências, experiências, desafios, obstáculos e oportunidades que essas lideranças femininas enfrentam diariamente no mercado de trabalho.

"Nós, mulheres, temos uma necessidade de autorização muito grande para termos o máximo de certeza de que estamos preparadas para nos expor em um mercado majoritariamente masculino", comenta Iona Szkurnik.

"Essa questão tem origem lá atrás, quando vemos que determinadas disciplinas, principalmente as ligadas a tecnologia, ainda são pouco buscadas pelas mulheres. Isso acontece justamente porque não temos muitas referências no mercado. Olhamos para algumas cadeiras e não encontramos nenhuma mulher, logo entendemos que ela não nos pertence, mas isso está errado", complementa.

Mariana Negrão diz que, para ser legitimada, ainda precisa iniciar o discurso dizendo ser engenheira. "Vivo em um ambiente bem mais aberto do que vivia há dez anos em grandes empresas, mas ainda temos um longo caminho a percorrer."

"O fato de ser mulher não deveria fazer com que a gente se sentisse inferior ou tivesse que provar algo para as pessoas. As startups são muito rápidas e ágeis e acredito que esse cenário vai mudar para melhor mais rapidamente do que em outras indústrias", afirma Thais Grinberg.

Vulnerabilidade, dúvidas e necessidade de posicionamento foram questões levantadas por todas as participantes. Para Marcela Zaidem, homens e mulheres enfrentam o mercado de uma forma diferente, principalmente no setor de tecnologia.

"Um estudo do LinkedIn sobre gêneros mostrou que, quando uma mulher se candidata em uma oportunidade, ela sente a necessidade de certificar primeiramente que ela consegue cumprir 100% dos requisitos propostos. Já o homem, se ele sabe que cumpre 60%, ele já se candidata", afirma.

Impactos das agendas de ESG

ESG é a sigla em inglês usada para se referir ao conjunto de práticas ambientais, sociais e de governança de um negócio. Esses três princípios têm orientado empresários e tomadores de decisão tanto na definição de estratégias das companhias quanto na avaliação de resultados. Uma das pautas dessa agenda é o fomento à diversidade e à inclusão.

Quando questionadas sobre como o ESG pode contribuir efetivamente para ampliar a participação das mulheres na liderança, e se startups fundadas por mulheres tendem a atrair mais aporte de capital, as respostas foram unânimes.

"É uma tendência, mas isso ainda não está acontecendo na prática. Precisamos começar a compartilhar casos de sucesso para ampliar a discussão sobre essa tendência e torná-la real", comenta Iona.

Taeli reforça o posicionamento: "é necessário trazermos essa pauta para a mídia, para os níveis hierárquicos e em todos os setores para que a gente veja essa tendência se materializando. A partir do momento em que conseguimos enxergar, na prática, que times diversos trazem melhores resultados, vamos conseguir comprovar os benefícios da agenda do ESG focado em diversidade".

Um estudo do Boston Consulting Group apontou que as mulheres possuem uma visão mais holística sobre a empresa, resultando assim em um retorno maior a longo prazo. Em complemento a isso, uma outra pesquisa, agora da McKinsey, revelou que as empresas lideradas por mulheres têm, em média, 15% a mais de lucros porque elas são mais atentas aos detalhes.

"Ainda falta fazer essa conexão entre o teórico e o prático, mas conversas como essa que estamos fazendo são muito importantes para trazermos a discussão à tona", afirma Mariana. Thais complementa: "precisamos realmente buscar e dar oportunidades para mulheres que querem fazer parte do time, inspirar quem já faz parte e promover esses grupos de debates porque isso gera a influência necessária que muitas mulheres precisam".

Por fim, Marcela explica que a pauta de diversidade exige muita atenção e cuidado, porque não se pode somente falar sobre o tema, é preciso que as empresas tragam ações e promovam discussões concretas sobre o assunto.

"Dentro do nosso ecossistema, as startups já nascem em um momento diferente e propício para isso, já que organicamente essa discussão é levantada por todos os lados – investidores, funcionários e clientes. Nosso papel, aqui, é mostrar que estamos ouvindo e dando a importância necessária para o tema", finaliza.

Noticias

Botmaker amplia oportunidades de negócio para as empresas via WhatsApp

Botmaker amplia oportunidades de negócio para as empresas via WhatsApp

Marcas como Lacta e Lopes utilizam o WhatsApp API para alavancar seus negócios

WhatsApp Pay: Serviço tem potencial para ganho de escala

WhatsApp Pay: Serviço tem potencial para ganho de escala

Especialistas veem aceleração no uso do app

Alicerce Educação atende alunos com Botmaker

Alicerce Educação atende alunos com Botmaker

Com aulas online e presencial, a edtech usa o bot para atender mais 64 mil mensagens por mês

Internacionalização de olho na  liderança do mercado latino de bots

Internacionalização de olho na liderança do mercado latino de bots

A Botmaker reforça sua estratégia de internacionalização para liderar o mercado latinoamericano de inteligência artificial com o uso de bots e mensagens

Botmaker amplia internacionalização de olho na liderança do mercado latino de bots

Botmaker amplia internacionalização de olho na liderança do mercado latino de bots

A Botmaker reforça sua estratégia de internacionalização para liderar o mercado latinoamericano de inteligência artificial

Lacta e Lojas Americanas vendem ovos de Páscoa via Botmaker no WhatsApp

Lacta e Lojas Americanas vendem ovos de Páscoa via Botmaker no WhatsApp

A Botmaker desenvolveu um novo bot de Páscoa da Lacta para a venda direta ao consumidor por WhatsApp

CEO da Botmaker fala sobre a comunicação digital das empresas com os consumidores

CEO da Botmaker fala sobre a comunicação digital das empresas com os consumidores

Neste mês, o CEO Julio Zaguini responder algumas perguntas para o time do Distrito sobre os próximos passsos da startup

No novo portal da Lopes, 80% dos contatos passam por canais de atendimento conectados ao bot da Botmaker

No novo portal da Lopes, 80% dos contatos passam por canais de atendimento conectados ao bot da Botmaker

No setor imobiliário, chatbots e assistentes virtuais são ferramentas cada vez mais utilizadas para dar suporte aos corretores na captura de leads (clientes em potencial), tornando a comunicação mais eficiente e aumentando a perspectiva de vendas.

Clubhouse: a ponta do iceberg de um ecossistema em formação

Clubhouse: a ponta do iceberg de um ecossistema em formação

Quarentenado, cloroquiners, novo normal, distanciamento. Nos últimos meses, com a pandemia e as conversas geradas dos novos hábitos, termos surgiram e foram adaptados.

Robôs para conversação, a nova onda das empresas

Robôs para conversação, a nova onda das empresas

A pandemia abriu novas frentes para o mercado de chatbots e voicebots.

Atendimento no WhatsApp: Americanas Atinge 3,5 Milhões de Pedidos no App

Atendimento no WhatsApp: Americanas Atinge 3,5 Milhões de Pedidos no App

O WhatsApp "Na sua Casa", opção da varejista Americanas para vendas à distância, totalizou 3,5 milhões de pedidos realizados entre março e setembro de 2020.

Bot de compras das Lojas Americanas no WhatsApp atinge volume de 3,5 milhões de vendas em seis meses

Bot de compras das Lojas Americanas no WhatsApp atinge volume de 3,5 milhões de vendas em seis meses

Lojas Americanas criou um canal de vendas via aplicativos de mensageria e, em parceria com a Botmaker, desenvolveu o robô “Na sua Casa”.

Lojas Amercanas recebem 3,5  milhões de pedidos via WhatsApp

Lojas Amercanas recebem 3,5 milhões de pedidos via WhatsApp

Uma das principais heranças da pandemia serão os novos canais de vendas encontrados pelas varejistas para escoar suas mercadorias

Chatbots: onde usá-los e quais os novos recursos eles trarão em 2021?

Chatbots: onde usá-los e quais os novos recursos eles trarão em 2021?

2021 deve ser o ano da consolidação dos chatbots, uma solução que vem caindo no gosto das empresas de forma rápida.

Impulsionadas pela digitalização forçada pela COVID-19, empresas de chatbot crescem na América Latina

Impulsionadas pela digitalização forçada pela COVID-19, empresas de chatbot crescem na América Latina

O LABS conversou com a a Botmaker que surfou na onda da digitalização forçada nos negócios na pandemia.

Julio Zaguini é o novo CEO da Botmaker no Brasil

Julio Zaguini é o novo CEO da Botmaker no Brasil

O executivo Julio Zaguini é o novo CEO da Botmaker, empresa de tecnologia especializada em automação de vendas e atendimento a clientes.

Botmaker lança bot que traduz mensagens de forma automática

Botmaker lança bot que traduz mensagens de forma automática

A Botmaker lança funcionalidade de tradução nas conversas via chatbot. Desenvolvida com exclusividade pela Botmaker.

Botmaker lança serviços de antivírus e tradução para bots

Botmaker lança serviços de antivírus e tradução para bots

O serviço de tradução é feito por meio do Google Tradutor e pode ser usado nas comunicações com robôs de conversação no WhatsApp, Facebook Messenger e Instagram.

McDonald’s apresenta Méqui Zap

McDonald’s apresenta Méqui Zap

O Méqui Zap é o bot do McDonalds para automatizar a entrega vouchers de desconto.

Capitalismo na era dos bots: interagir ou morrer...  Leia mais em https://braziljournal.com/capitalismo-na-era-dos-bots-interagir-ou-morrer

Capitalismo na era dos bots: interagir ou morrer... Leia mais em https://braziljournal.com/capitalismo-na-era-dos-bots-interagir-ou-morrer

No auge da pandemia, o time de tecnologia das Lojas Americanas ligou para Julio Zaguini, representante da Botmaker no Brasil, com um pedido esbaforido.

Botmaker anuncia liderança no Brasil

Botmaker anuncia liderança no Brasil

A Botmaker lança funcionalidade de tradução nas conversas via chatbot. Desenvolvida com exclusividade pela Botmaker.

Botmaker torna sua plataforma 100% self-service

Botmaker torna sua plataforma 100% self-service

A solução, acessível na web, permite que empresas de qualquer porte criem e gerenciem bots e posições de atendimento remoto humano em diversos canais.

Julio Zaguini é o novo CEO da Botmaker no Brasil

Julio Zaguini é o novo CEO da Botmaker no Brasil

O executivo vem com a missão de liderar a empresa na estratégia de ampliar a presença no mercado brasileiro e expandir para a América Latina.

Governo do Rio Grande do Sul lança CovidBot

Governo do Rio Grande do Sul lança CovidBot

Dúvidas sobre a transmissão, os principais sintomas da doença e as formas de prevenção a partir de agora serão respondidas com ajuda da Inteligência Artificial.

Lopes usará chatbot para vender imóvel

Lopes usará chatbot para vender imóvel

Com ajuda de startup

Executivos do Google e Facebook trazem empresa de bots para o Brasil

Executivos do Google e Facebook trazem empresa de bots para o Brasil

Botmaker, que já tem escritórios em Miami e Buenos Aires, chega ao País para desenvolver o mercado de chatbots e voicebots em português.

Botmaker chega ao Brasil

Botmaker chega ao Brasil

Sob comando de ex-executivos do Google, Facebook e Amazon.

Plataforma de bots Nova no Brasil, Botmaker quer disputar mercado de IA

Plataforma de bots Nova no Brasil, Botmaker quer disputar mercado de IA

Uma empresa focada em inteligência artificial para negócios. Ou mais exatamente em criar e administrar bots.

Sob comando de ex-executivos do Google, Facebook e Amazon, BotMaker chega ao Brasil para disputar mercado de inteligência artificial

Sob comando de ex-executivos do Google, Facebook e Amazon, BotMaker chega ao Brasil para disputar mercado de inteligência artificial

A empresa escolhe mercado brasileiro para iniciar plano agressivo de expansão pela América Latina.